segunda-feira, 6 de julho de 2015

Conheça a candidata à rainha da Festa da Uva, Renata Rodrigues Correa

0 comentários
“Meu maior sonho”

A Gazeta de Caxias está entrevistando as candidatas à rainha da Festa da Uva de 2016. Conheça um pouco mais sobre a candidata que representa a Comunidade e Esporte Clube São Luiz da 6° Légua, Renata Rodrigues Correa. 

                                                                                        Foto Antonio Lorenzett, divulgação
"Temos que fazer o que a gente gosta, para fazer bem feito"

      Se todo mundo é um pouco cantor embaixo do chuveiro, a caxiense Renata Rodrigues Correa, de 18 anos, candidata à rainha da Festa da Uva é uma exceção. Ao invés de cantar, Renata, ensaiava, na hora do banho, imaginando a sua apresentação no palco de desfiles das candidatas à rainha.
      O sonho, desde infância, também sempre foi alimentado por sua família. Sua mãe, quando era mais nova, pretendia concorrer, contudo não pôde devido às condições financeiras na época.
     Sempre teve incentivo da família para dar continuidade a esse sonho, e acredita que ser rainha é muito mais do que divulgar a Festa. “Acho simplesmente incrível o trabalho que uma Rainha da Festa da Uva faz. Passam alegria para muitas pessoas”.
      Sua vida é baseada em sonhos. “Temos que fazer o que a gente gosta, para fazer bem feito”. A candidata abraça e se espelha em seu pai, que desenvolve causas filantrópicas. “Acho que a gente ajudando, mesmo não tendo muito, apenas o sorriso e carinho que a gente passa pros outros que precisam, às vezes, muito mais do que nós, é muito importante. Nunca sei se eu não vou precisar também”.
     O período que estudou na Escola Santa Catarina, no fim do Ensino Fundamental e em todo Ensino Médio, define como uma das experiências mais legais da sua recente história. Quando chegou à escola passava por um momento difícil em sua vida. “Me abraçaram de uma maneira como em nenhum outro lugar. Fizeram ter força para seguir adiante”.
     Quando ela tinha nove anos, sua mãe descobriu que tinha câncer de mama. Três meses depois que sua avó materna tinha falecido. Foi um momento de crescimento precoce, quando assumiu algumas responsabilidades que antes não possuía, já que não tinha mais tanto o papel da mãe em casa, devido às quimioterapias e radioterapias. Com o tratamento, a sua mãe venceu o câncer. E Renata, apesar dos momentos difíceis, cresceu, amadureceu e apreendeu.
     Mora com os pais e a irmã, Maria Eduarda Rodrigues Correa, de 14 anos, no Bairro Jardim América. Está indo para o segundo semestre de Moda, na Universidade Feevale, em Novo Hamburgo, mas ainda não sabe com o que quer trabalhar na área. Também pretende fazer Direito, para futuramente poder trabalhar com as duas áreas.
     Em Novo Hamburgo possui um apartamento alugado, bem próximo a Universidade, onde normalmente permanece durante a semana. Contudo no último mês, devido ao pré-concurso passou há vir todos os dias para Caxias. “Foram dias cansativos, mas bem gratificantes, pois participar da Festa da Uva é o meu maior sonho”.
     Todas as rainhas lhe servem de inspiração, pois todas para ela fizeram a Festa crescer, mas destaca a Rainha Roberta Veber Toscan. “Pelo seu trabalho e humildade. Tratou todos com muito carinho, algo essencial para ser rainha”.
      A estudante de moda se dedicando ao pré-concurso. “As palestras para mim são como aulas”. Depois de tantos ensaios embaixo do chuveiro, no dia cinco de setembro, Renata irá se apresentar para o público e desfilar como candidata. Na vida baseada em sonhos, ela vai em busca de mais um.


Entidade: Comunidade e Esporte Clube São Luiz da 6° Légua.
Profissão: Estudante.
Idade: 18 anos.
Altura: 1,62m.
Peso: 68kg.
Filiação: Adilson Martins Correa e Silvia Rodrigues.
Escolaridade: Superior incompleto.
Naturalidade: Caxias do Sul.
Hobby: Ficar com a família.
Um livro: Biografia de Renato Russo.
Filme: Um amor para recordar.
Uma cor: Verde.
Uma comida: Macarrão.
Uma personalidade: Cafu.
Uma virtude: Generosidade.
Um defeito: Ansiosa.
Time de futebol: Grêmio e Corinthians.
Um conselho: “Mira na lua porque o máximo que vai acontecer é você cair entre as estrelas”. (Lair Ribeiro).
Signo: Gêmeos.
O que a família significa: Tudo.
Uma frase que lhe represente: “Ter coragem e ser gentil”. (frase do filme Cinderela)
Me tornar Rainha da Festa da Uva pra mim é... realizar o meu maior sonho.

Leia Mais ...

Imagem da semana 1074

0 comentários
                                                                                                                Foto Fábio Rausch, divulgação
Na tarde desta última segunda-feira (29), os Vereadores do Legislativo caxiense acompanharam uma vistoria técnica ao Aeroporto Regional Hugo Cantergiani. A inspeção contou com o secretário estadual dos Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen. Na oportunidade, o presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, vereador Guila Sebben/PP, reiterou pedidos para qualificar a infraestrutura aeroviária local. O secretário afirmou que pleiteará, junto ao governo federal, novos aparelhos de voo, como o barômetro. Quanto ao futuro aeroporto, no distrito caxiense de Vila Oliva, Westphalen apontou que a área ainda se encontra em fase de estudo de impacto ambiental. Ou seja, para ele, ainda não seria o momento de discutir investimentos estruturais.


Leia Mais ...

Mais de 55 mil novos casos são diagnosticados por ano no Brasil

0 comentários
De acordo com o médico especialista em mastologia, Ricardo Antônio Boff, os estados do Rio Grande do Sul e São Paulo são os mais acometidos pela doença.

      Um estudo publicado pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (IARC), da Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta que os casos de câncer aumentarão 50% até 2030, devido a um forte crescimento da doença nos países em desenvolvimento. Mortes pela patologia passarão de 8,2 milhões a 13 milhões por ano, em decorrência do aumento no diagnóstico, do envelhecimento da população e pela adoção de hábitos de risco, como fumar.
       Segundo o médico caxiense Ricardo Antônio Boff, especialista em mastologia, o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo, sendo mais comum em mulheres de países industrializados. Só a ocorrência de novos casos da patologia no Brasil é entre 55 e 60 mil por ano. Ainda de acordo com ele, os estados do Rio Grande do Sul e São Paulo são os mais acometidos pelo câncer de mama. “Embora a taxa de mortalidade esteja diminuindo em alguns países, o câncer de mama ainda representa a causa mais frequente de mortes em mulheres com idade entre 35 e 55 anos”, lamenta Dr.Boff.    
        Como a mastologia (especialidade que trata o câncer de mama) é uma das áreas que mais evolui na medicina, acabam surgindo novos métodos de diagnóstico e tratamentos. E, consequentemente, surgem dúvidas e controvérsias quando comparados a outros procedimentos já existentes. Para auxiliar nesta atualização, Dr. Ricardo Antônio Boff lançou o livro “Compêndio de Mastologia – Abordagem Multidisciplinar”, da Lorigraf Gráfica e Editora.            
         A publicação de 756 páginas, dividida em 79 capítulos, destinada aos profissionais da área da saúde, foi coeditada pelos médicos caxienses Alexandre De Carli, Felipe Zanol Sauer, Lourenço Sehbe De Carli, André Borba Reiriz, Celso Piccoli Coelho e Guilherme Portela Coelho e pelos paulistas Henrique Brenelli e Fabrício Palermo Brenelli, e contou ainda com a colaboração de 100 profissionais da área da saúde.  
        Trabalhando há mais de 25 anos no diagnóstico e tratamento do câncer de mama, Ricardo Antônio Boff, que é autor de outros 10 livros sobre o assunto, aborda nesta obra os mais diversos aspectos das patologias mamárias, enfatizando o caráter multidisciplinar da especialidade. Além disso, um grande número de imagens é apresentado, ilustrando de forma objetiva os temas em discussão.          
       “Trabalhamos durante um ano neste livro. A publicação surgiu da necessidade da atualização dos assuntos ligados à especialidade da mastologia. Buscamos levar aos profissionais da área da saúde, de maneira aprofundada e com muitas imagens, as doenças relacionadas às mamas, em especial o câncer. Envolvemos temas como anatomia mamária, genética, diagnóstico por imagem, cirurgia, quimioterapia, hormonioterapia, terapia genética, radioterapia, além de reconstrução mamária e acompanhamento clínico, conferindo assim a abordagem multidisciplinar  tão necessária para que se atinja a excelência no atendimento a essas pacientes”, explica Dr. Boff.

                                                                                                            Fábio Grison, divulgação
O médico caxiense é um dos especialistas que mais publica livros 
na área da mastologia no Brasil e na América Latina.


Leia Mais ...

domingo, 5 de julho de 2015

S.E.R. Caxias perde para o Tupi no Centenário

0 comentários
Texto: Assessoria de Imprensa S.E.R.Caxias

                                                                                                                         Foto Rafael Tomé, divulgação


     Atuando na tarde de domingo (5) a S.E.R. Caxias perdeu para o Tupi jogando no Estádio Francisco Stedile (Centenário) pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado por Fabrício Soares na primeira etapa. O próximo compromisso grená será na segunda-feira (13) contra o Londrina, em Caxias do Sul.
     O Caxias começou a partida pressionando. Aos seis minutos Laerte cabeceou por cima do gol. Na sequência, Bebeto fez boa jogada pelo lado e bateu de pé esquerdo para defesa de Glaysson. O time grená continuou em cima. Após rebote da defesa do Tupi, Douglas Packer pegou de primeira e o goleiro adversário agarrou. Na única investida ao ataque, o Tupi abriu o placar. Kaio Wilker cobrou falta do lado direito e Fabrício Soares desviou para o gol.
     Na etapa complementar o Tupi fortaleceu o sistema defensivo. O time grená teve mais posse de bola mas encontrou uma forte resistência adversária. Aos 40, Laerte subiu mais que a defesa e cabeceou para o gol, porém a arbitragem não marcou. Na sequência da jogada, Negueba bateu cruzado e Glaysson pegou.

Leia Mais ...

Juventude vence em casa e ingressa no G-4

0 comentários
Texto: Assessoria de Imprensa Juventude

                                                                     Foto Arhtur Dallegrave, divulgação


    O Juventude garantiu mais um excelente resultado na tarde deste sábado (04/07), no Jaconi. Além de chegar a seis jogos de invencibilidade, a vitória diante da Portuguesa por 3 x 2 deixa a equipe alviverde na quarta colocação, ingressando no G-4 do Grupo B. Vacaria, Duda e Wallacer construíram o placar para o Verdão, enquanto Hugo e Queiroz descontaram para a Lusa.
    Os quatro empates nas quatro primeiras rodadas não foram suficientes para tirar o ânimo do grupo alviverde. Sem baixar a cabeça, o elenco comandado por Antonio Picoli já soma duas vitórias consecutivas em grande estilo. Diante da Portuguesa, a vitória veio com muita qualidade, determinação e consciência tática.
     Superior durante boa parte do jogo, o Juventude mostrou mais uma vez sua postura ofensiva. Foi assim que abriu o placar aos quatro minutos. Após bola alçada na área, Jô ajeitou para Vacaria chegar batendo de canhota, no canto direito do goleiro. 1 x 0, em mais um gol do volante, que já é o artilheiro do Verdão na Série C, com três gols.
     Dominando o jogo, o Juventude seguiu criando. Aos 20, Zulu finalizou e a bola explodiu na mão do zagueiro, em lance claro de pênalti, não assinalado pela arbitragem. Jonatas Obina, Zulu e Heverton, que cabeceou na trave, finalizaram, mas não converteram as oportunidades em gol.
     No segundo tempo, o Juventude propôs novamente o jogo. Quem chegou ao gol, porém, foi o adversário, aos 12. Vitor Bolt foi derrubado na área e Hugo converteu a cobrança de pênalti. 1 x 1. Sem esmorecer, o Verdão foi para cima da Portuguesa e voltou à frente no placar. Aos 21, Duda recebeu na direita, carregou para o centro e arriscou de canhota. A bola bateu na trave e morreu lentamente no fundo do gol. Golaço! 2 x 1 e festa da Papada.
     Com ritmo intenso, o Juventude segurava bem a bola no ataque. Aos 38, Zulu fez excelente jogada e serviu Paulo Baier na linha de fundo. O meia, com toda sua experiência, avançou, ergueu a cabeça e rolou para o centro da pequena área, onde chegava Wallacer para marcar o terceiro. 3 x 1.
      Um minuto depois, Queiroz marcou, em chute cruzado de fora da área, colocando números finais à partida. 3 x 2 e uma vitória empolgante para um time que pretende a classificação ao final da primeira fase. “Conquistamos uma vitória muito importante, diante de um adversário qualificado, o que valoriza ainda mais o placar. Estou muito satisfeito com o resultado do que foi trabalhado ao longo da parada após as quatro primeiras rodadas. Mérito do grupo e das peças que, quando requisitadas, têm dado resposta positiva. Quero aproveitar e agradecer a presença e o incentivo do torcedor Jaconero que mais uma vez fez a diferença”, destacou o técnico Picoli, ao final do jogo.
       Agora, o desafio é fora de casa. O Verdão encara o Tupi no próximo domingo, às 11h, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora-MG. Embalado, o Juventude buscará a terceira vitória consecutiva na competição.







Leia Mais ...

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Conheça a candidata à Rainha da Festa da Uva, Cleivania Casaril

0 comentários
“Sou muito grata a Caxias”

A Gazeta de Caxias está entrevistando as candidatas à rainha da Festa da Uva de 2016. Conheça um pouco mais sobre a candidata que representa a Euromóveis e Euro Hair, Cleivania Casaril. 

                                                                                                                                              Foto Pedro Frizzo
Cleivania gosta de se cuidar e de ir em busca de seus objetivos.


    Ser Rainha da Festa da Uva para divulgar melhor a nossa cidade e a nossa cultura. Esse é o desejo da candidata Cleivania Casaril, 27. Em sua opinião, a Festa é bem vista em Caxias do Sul, mas não está sendo valorizada da maneira que ela merece, no restante do país. “Pode ser mais valorizada, sim”, acredita.
    O sonho de ser Rainha vem desde a infância quando chegou a Caxias do Sul e passou a acompanhar a maior Festa da cidade. “Se tornou um sonho de poder estar representando Caxias do Sul e a nossa Festa”.
     Com receio de participar do concurso devido a sua origem humilde, recebeu apoio e incentivo dos amigos que viram nela uma pessoa preparada para encarar o desafio e vivenciar o seu sonho.
Cleivania nasceu em Barracão, no Paraná. Filha de pais separados veio para a cidade, junto com a mãe e seus dois irmãos, em busca de novas oportunidades. Quando tinha por volta de 16 anos, a família decidiu voltar para o estado de origem, contudo, ela preferiu ficar na cidade. “Já estava trabalhando e meu foco era crescer profissionalmente, ter um futuro”, explica a escolha.
     Foi emocionalmente difícil no começo, mas aqui teve apoio para crescer. Contou com o auxílio de suas chefas na época, Roselaine Campos Dias e Suzana Bianch, que lhe ajudaram muito. “Minhas segundas mães em Caxias. O que eu sou hoje devo muito a elas, me ensinaram muita coisa, me deram o suporte materno, que eu precisava”.
      Não foi apenas neste momento que recebeu ajuda na cidade. “Todas as pessoas que eu convivi, desde a infância, me ajudaram a crescer. Sou muito grata a Caxias. Vejo aqui um povo acolhedor, além de empreendedor. Sinto-me mais caxiense do que paranaense”, afirma.  Como trabalhava, parou de estudar no primeiro ano do Ensino Médio, mas com o incentivo recebido retomou os estudos e hoje está finalizando o curso de Técnico Administrativo na Escola e Faculdades QI. Além disso, trabalha como autônoma, com assessoria de publicidade e marketing, para algumas empresas da cidade.
     O curso na área administrativa é para a conquista de outro objetivo, o de abrir uma empresa na área de eventos até o fim deste ano. “Com o curso me sinto preparada para iniciar no mercado de trabalho nessa área”, afirma, mas admite cautela, pois sabe que para estar à frente de uma empresa necessita de uma boa equipe de trabalho e de um bom suporte. A estudante gosta de se cuidar e se sentir bem consigo mesma. “Tento ser quem eu sou, independente do local que eu estiver”, ensina.
     Como nunca lhe faltou apoio, agora não seria diferente, está recebendo dicas, sugestões e suporte de grupos de amigos e seus contatos. Com estudos e pesquisas está conhecendo a história da cidade a fundo. “Procurando identificar os detalhes da história de Caxias, aqueles momentos que a maioria das pessoas não conhece”.
      Suas referências na história das soberanas da Festa são a Rainha, Giovana Crosa, e a princesa, Karina Furlan. “Pelo modo que recepcionam as pessoas, pela humildade e simpatia muito grande”.
Pela história que tem na cidade, a participação de Cleivania no concurso já é a realização de um sonho. Por isso, ser Rainha, é uma maneira de poder retribuir tudo que Caxias do Sul já fez por ela.


Entidade: EuroMóveis e Euro Hair.
Profissão: Autônoma.
Idade: 27 anos.
Altura: 1,72m.
Peso: 65kg.
Filiação: Rui Francisco Casaril e Odete Fátima da Silva.
Escolaridade: Cursa Técnico Administrativo na Escola e Faculdades QI.
Naturalidade: Barracão - Paraná.
Hobby: Cuidar de si.
Um livro: Violetas na Janela. (Vera Lúcia de Carvalho)
Filme: Menina de Ouro.
Uma cor: Verde.
Uma comida: Strogonoff.
Uma personalidade: Minha mãe.
Uma virtude: Determinação.
Um defeito: Determinação. (pode também se tornar um defeito).
Time de futebol: Grêmio.
Um conselho: Nunca desista de seus sonhos.
Signo: Capricórnio.
O que a família significa: Tudo o que eu sou hoje.
Uma frase que lhe represente: Seja o que realmente és independente do local que esteja e com quem esteja ao seu redor.
Me tornar Rainha da Festa da Uva pra mim é... A conquista de um sonho de infância, e a forma na qual eu encontrei de divulgar a cultura caxiense, a origem italiana.

Leia Mais ...

A dupla Gre-Nal no Brasileirão

0 comentários
Inter vence Santos no Beira-Rio

Valdívia saiu do banco para marcar o gol da vitória colorada no segundo tempo. 

    Com golaço de Valdívia o Internacional venceu o Santos na noite de ontem no Beira-Rio, e se reencontrou com a vitória no Brasileiro. Agora o time de Diego Aguirre terá um confronto difícil diante o líder do Campeonato, Sport, em Recife.
     No início do jogo, por duas vezes, o Santos chegou com Geuvânio. Nas duas oportunidades o chute saiu à esquerda do gol de Alisson. Os visitantes começaram bem a partida. Aos 14, Alisson sentiu e teve que ser substituído pelo irmão Muriel.
     O Inter chegou com perigo, aos 19, com D’Alessandro em jogada individual pela ponta direita. Após o drible ele puxou para o meio para a finalização, contudo pegou mal na bola na hora do chute.
Aos 22, o Internacional quase abriu o placar, quando Anderson levantou a bola na área e Ernando subiu mais que a marcação. Ele acertou o travessão de Vladimir.
     O Santos continuou chegando com perigo ao ataque, contudo não tinha bom aproveitamento nas finalizações. Logo no começo da segunda etapa, quando Geuvânio pegou forte em chute de fora da área, Muriel defendeu em dois tempos.
      O Internacional voltou para o segundo tempo com Valdívia na vaga de Alan Ruschel que saiu machucado. Aos 23, Lisandro López quase marcou um golaço ao completar de primeira cruzamento da direita. O Colorado foi mais ao ataque na etapa final, pressionando o adversário, chegou ao gol da vitória aos 32 minutos do segundo tempo. Valdívia, em falta pelo lado esquerdo de ataque, foi levantar a bola na área, e mandou direto para o gol, marcando um golaço.
     Após sofrer o gol, a equipe santista ficou com um jogador a menos. David Braz foi expulso por reclamação, ao receber o segundo amarelo. O que dificultou ainda mais para o Santos buscar o gol d empate. Lucas Lima, no fim do jogo, chutou muito perto do gol de Muriel, e desperdiçou a última chance santista.

Grêmio vence Avaí na Ressacada

Time de Roger vai em busca da quarta vitória seguida no Brasileiro.

     O Grêmio chegou a sua primeira vitória fora de casa neste Brasileirão. No sábado o time de Roger Machado venceu o Avaí por 2 a 1. Após sair na frente, aos 36 segundos de jogo com Pedro Rocha, o Tricolor ainda ampliou com Luan, no primeiro tempo. O Avaí descontou no segundo e apesar da pressão não conseguiu chegar ao gol de empate.
     A terceira vitória gremista seguida no Campeonato deixou a equipe na quinta colocação encostada no G-4. Nesta quarta-feira, às 22h, o Tricolor enfrenta o Cruzeiro, dentro de casa, e com a vitória pode se aproximar da ponta de cima da tabela, dependendo de resultados paralelos.
No começo do jogo o Grêmio roubou a bola no campo de defesa e tentou ir ao ataque, contudo a bola estava ficando sob controle da zaga adversária. Mas a defesa dos donos da casa vacilou e Pedro Rocha, na velocidade entrou no meio da marcação e na entrada da área colocou na saída de Vagner, Grêmio 1 a 0, aos 36 segundo de jogo.
    Aos nove, o time gaúcho ampliou em cobrança de Luan no ângulo direito do goleiro, que nada pode fazer. Poderia ter sido maior a vantagem gremista no primeiro tempo, isso porque a equipe deixou de marcar em outras jogadas construídas.
     No segundo tempo o jogo mudou completamente. O Avaí foi para cima do Grêmio. Aos oito minutos da etapa final, Eltinho entrou em velocidade pela ponta esquerda e foi derrubado por Lucas Ramon. O pênalti foi marcado.
    Anderson Lopes foi para a cobrança e acertou o pé da trave esquerda de Tiago. Contudo o árbitro mandou repetir a penalidade, justificando que houve invasão na hora da cobrança. Na segunda tentativa, Anderson Lopes inverteu o canto e descontou.
    Aos 18, Pablo recebeu passe de cabeça no meio da área, contudo pegou mal na bola na hora do chute e desperdiçou a chance do empate. Já aos 23, Tiago defendeu e espalmou para escanteio chute de Anderson Lopes pelo lado esquerdo.
    Com o Avaí no ataque o Grêmio tinha chances nos contra-ataques, que não foram aproveitados pelos gremistas.  Apesar da pressão do Avaí, o Grêmio segurou o resultado e garantiu a vitória em Florianópolis.

Sábado 
Avaí 0x2 Grêmio
Chapecoense 1x1 Sport
Corinthians 2x1 Figueirense
Ontem
Atlético-MG 1x0 Joinville
Palmeiras 4x0 São Paulo
Ponte Preta 2x1 Atlético-PR
Coritiba 1x0 Cruzeiro
Goiás 1x2 Fluminense
Vasco 1x0 Flamengo
Inter 1x0 Santos

Próxima rodada
Quarta-feira
19h30min
Vasco x Avaí
Sport x Inter
21h
Palmeiras x Chapecoense
Atlético-MG x Coritiba
22h
Grêmio x Cruzeiro
Atlético-PR x São Paulo
Joinville x Flamengo
Quinta-feira
19h30min
Corinthians x Ponte Preta
Figueirense x Santos
21h
Fluminense x Santos

Leia Mais ...

S.E.R. Caxias empata na retomada da Série C

0 comentários
Texto: Assessoria de Imprensa S.E.R.Caxias


    No retorno da Série C do Campeonato Brasileiro, a S.E.R. Caxias ficou no empate em 0 a 0 diante do Guaratinguetá, no Estádio Dario Rodrigues Leite. A equipe grená soma três pontos na competição nacional. Na próxima rodada, a equipe de Marcelo Vilar enfrenta o Tupi no domingo (5) no Centenário.
    O Caxias começou em cima. Aos 11 a primeira oportunidade. Bebeto foi derrubado na área após lançamento Jean Carlo. Na cobrança Pedro Oldoni bateu e Felipe fez a defesa. No minuto seguinte, Oldoni chutou forte da entrada da área e o goleiro do Guaratinguetá fez firme defesa.
    A equipe grená insistia. Com mais posse de bola, as chances seguiam sendo criadas, em especial com Jean Carlo que arriscou duas vezes para defesas de Felipe. Em escanteio cobrado por Douglas Packer, Léo Carioca testou forte mas a bola passou por cima.
    Na etapa complementar o Caxias manteve o domínio de campo. Léo Carioca tentou de cabeça após cobrança de escanteio de Douglas Packer. Na primeira tentativa do Guaratinguetá, Wellington bateu e Thiago Rodrigues espalmou para escanteio.
    Aos 18, Gustavo fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Pedro Oldoni. Antes do centroavante grená, Wellington chegou para salvar. No lance seguinte, a chegada grená foi pela direita com Douglas Packer que lançou para Branquinho que desviou de carrinho por cima. Aos 34, Douglas Packer cobrou falta e Felipe espalmou para escanteio. A última chance grená foi de Gustavo, que aproveitou cruzamento de Bebeto e bateu para fora.
Leia Mais ...

domingo, 28 de junho de 2015

Conheça a candidata à Rainha da Festa da Uva, Lidiane Ramos de Oliveira

0 comentários
“Para representar a nossa Caxias”

A Gazeta de Caxias está entrevistando as candidatas à rainha da Festa da Uva de 2016. Conheça um pouco mais sobre a candidata que representa a RR Produções e a Coordenadoria de Associações de Moradores da Região Serrano de Caxias, Lidiane Ramos de Oliveira. 

                                                                                               Foto Robson Ramos, divulgação
Apaixonada pela dança, Lidiane é vaidosa e sempre que pode vai á Academia. 

    Quando pequena já acompanhava a Festa da Uva e se imaginava na passarela desfilando. “Um dia vou estar lá, para representar a nossa Caxias”, dizia para si mesma.
    Os anos passaram e Lidiane Ramos de Oliveira, de 24 anos, estará realizando parte de seu sonho, quando vai desfilar como candidata à Rainha da Festa da Uva. Mas ela quer mais, quer conquistar o título de Rainha para poder representar Caxias do Sul, divulgando a nossa tradição e a nossa cultura para o Brasil e também para o exterior.
     Para isso, está se focando bastante em pesquisas e estudos. Adquirindo conhecimentos nos livros e nas palestras do pré-concurso. Trabalha como promotora de eventos na RR Produções. Gosta do que faz, onde conhece bastante pessoas diferentes.
     Antes de ser promotora de eventos, Lidiane já trabalhou como doméstica, Babá e telefonista, onde aprendeu a cada dia. “Foi um belo aprendizado”.
      O seu namorado, Robson Ramos, 28, proprietário da empresa, que é uma das suas entidades, é seu grande incentivador. “Além de eu ter o desejo, através dele, renasceu mais forte a vontade”.
A candidata ainda não cursa o ensino superior, mas isso faz parte de seus planos para o futuro, quando deve escolher algum curso no ramo do trabalho.
      Mora no Bairro século XX em Caxias do Sul, junto com três primos na casa de uma tia, que reside por mais tempo em um sítio em São Francisco de Paula. Filha de pais separados foi criada desde pequena pelos avós maternos, pois sua mãe, que era muito nova na época, não teve condições.
Seus avós, Edemar Pereira da Cruz e Geci Ramos da Cruz, cuidavam de fazendas, por isso Lidiane já morou em algumas cidades dos campos de cima da serra: São José dos Ausentes, Bom Jesus, Cambará do Sul, Jaquirana, Vacaria e São Francisco de Paula.
      Contudo, há seis anos sua avó faleceu. Depois de morar um tempo com seu avô em São Chico, a caxiense voltou para a cidade grande para trabalhar e terminar os estudos. Atualmente não possui um contato próximo com seus pais, que também moram em Caxias.
       Lidiane afirma que seus avós sempre lhe deram muito carinho e tudo que precisou. “Sempre me apoiaram. Minha mãe é minha avó, meu pai é meu avô”. Contudo se emociona ao lembrar-se dos tempos de escola, quando os colegas questionavam a falta de seus pais. Teve que aprender a lidar com a situação.
      De origem humilde, admira a simplicidade, carisma e o envolvimento pela Festa caxiense de Roberta Veber, Rainha de 2012. A geminiana é vaidosa. Sempre que pode vai à Academia Corpo Meu, onde também realiza a paixão pela dança, quando pratica o ritmix. Por ter morado em fazendas, é apaixonada por animais. Em casa tem três gatos, mas considera o gato e cachorro do namorado também como seus.
      No dia da Escolha da Rainha, quando estiver desfilando, Lidiane estará no lugar que na infância sempre imaginou estar. Ela espera contar com a presença dos seus pais na torcida para tornar o momento ainda mais inesquecível.


Entidade: RR Produções, Coordenadoria de Associações de Moradores da Região Serrano de Caxias.
Profissão: Promotora de Eventos.
Idade: 24 anos.
Altura: 1,60m.
Peso: 52kg.
Filiação: Armindo Rudinei Rech de Oliveira e Iraci Ramos da Cruz.
Escolaridade: Ensino Médio completo.
Naturalidade: Caxias do Sul.
Onde trabalha: RR Produções.
Hobby: Dança.
Um livro: Marley e Eu. (John Grogan)
Filme: À espera de um milagre.
Uma cor: Vermelho.
Uma comida: Macarrão.
Uma personalidade: Minha vó.
Uma virtude: Bondade.
Um defeito: Teimosia.
Time de futebol: Não tem.
Um conselho: Não chores por amar, mas ame por aquilo que te faz chorar. Seguindo sempre firme e forte em busca de seus objetivos.
Signo: Gêmeos.
O que a família significa: Amor.
Uma frase que lhe represente: “Que a persistência seja o caminho do êxito”. (Charles Chaplin)
Ser Rainha da Festa da Uva pra mim é... Um sonho que desejo ver realizado.

Leia Mais ...

De virada e nos acréscimos, Ju vence o Madureira no Rio

0 comentários
Texto Assessoria de Imprensa Juventude.  

   É preciso comemorar muito a vitória por 4 x 3 diante do Madureira, porque ela veio na base da força, da raça, da superação e também da qualidade. E quem sabe, a mística do dia 27 de junho, também não tenha ajudado? Fora de casa, o Verdão buscou o empate três vezes durante os 90 minutos e, nos acréscimos, no último lance, o time do técnico Picoli garantiu a vitória. Agora, são cinco jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro da Série C e o Juventude embala na competição. Vacaria, em tarde inspirada, marcou dois gols. Diogo e Lucas Roggia completaram o placar.
   A partida foi parelha e as duas equipes brigaram muito pela vitória. Com postura ofensiva, o Ju começou melhor, mas aos oito, foi o Madureira que chegou ao gol. Arthur Maia cruzou e João Carlos completou de cabeça. 1 x 0.
    Sem esmorecer, o Verdão foi para cima e Vacaria começou a receber uma bela recompensa por tanta dedicação com a camisa alviverde. Aos 24, Zulu recebeu na intermediária e chutou firme, no travessão. No rebote, o volante se esticou todo para empatar a partida. 1 x 1. A primeira etapa seguiu com um Juventude superior, inclusive tomando conta do setor ofensivo, tocando bem a bola e se impondo na casa do adversário.
    Na segunda etapa, o time alviverde mais uma vez começou melhor, rondando a área adversária. Mas, assim como na primeira etapa, foi o Madureira que marcou. Aos 11, Leandro Chaves recebeu na frente e chutou na saída de Elias. 2 x 1. A resposta veio aos 23. Jô carregou pela direita, fez grande jogada e cruzou para Vacaria, novamente, marcar de cabeça. 2 x 2.
    Com as duas equipes jogando pra frente, querendo a vitória, foi mais uma vez o Madureira que chegou ao gol. Aos 28, Arthur Faria fez jogada individual e marcou o terceiro. 3 x 2. Sem sentir o gol e sabendo que tinha chance de vencer, o Verdão foi para cima e começou a criar oportunidades. Mailson teve chance, mas não marcou. Até que, aos 39, Wallacer cruzou e Diogo, de cabeça, empatou a partida novamente. 3 x 3.
   Com tudo igual novamente, o Juventude soube dar o golpe fatal no momento certo. Aos 47 minutos, já nos acréscimos, Mailson fez grande jogada e rolou para Lucas Roggia. O atacante finalizou com precisão e garantiu a festa alviverde. 3 x 4. Exatamente 16 anos depois, o Juventude volta a comemorar no Rio de Janeiro. Em 27 de junho de 1999, o Verdão conquistava o Brasil, no Maracanã.
    "Fiquei muito feliz, porque ao final da partida, percebemos que prevaleceu algo que conversamos muito e que colocamos na palestra: a entrega e a coragem. A postura da equipe me deixa muito feliz. Vamos seguir trabalhando com calma e aos poucos vamos encaixando e dando equilíbrio para a equipe. Precisávamos vencer hoje e conseguimos", destacou o técnico Picoli, ao final da partida.
    Com sete pontos, o Verdão busca agora um lugar no G-4 do Grupo B da Série C. No próximo sábado, dia 04, o compromisso é contra a Portuguesa, às 11h, no Alfredo Jaconi.

Leia Mais ...

Nada será como antes no trânsito de Caxias

0 comentários
O prazo para entrega da mais radical intervenção no sistema viário de Caxias do Sul continua sendo o final de outubro deste ano. Até lá a rotina dos motoristas que utilizam a zona central da cidade continuarão sob o stress da mudança de rotinas no fluxo de seus veículos. O horizonte de normalidade ainda não consegue ser divisados pela sociedade, mas já há visíveis indícios de que, quando concluídas as obras de Caxias do Sul terá dado um grande passo em relação a sua mobilidade. 

    Na quarta-feira (24) o Prefeito Alceu Barbosa Velho assinou a a ordem de início da 8ª etapa do SIM Caxias. Esta fase contempla o capeamento asfáltico da Av. Rio Branco, entre a Av. Bruno Segalla e a rua Carlos Barbosa e entre as ruas Dr. Augusto Pestana e General Sampaio; o recapeamento asfáltico das ruas Olavo Bilac, Vereador Mário Pezzi e Visconde de Pelotas; e serviços de sinalização horizontal e vertical em todas as vias com pavimentação asfáltica e de concreto.
Segundo Manoel Marrachinho, Secretário de Transportes e Mobilidade, o pacote liberado esta semana inclui 32 obras viárias, 256 mil m² de asfalto, 35 mil m² de concreto, 12km de extensão de corredores em concreto e 22km de asfalto. "Seria possível construir uma estrada entre Caxias e Farroupilha", comparou.
     As reclamações de parte da população quanto aos transtornos provocados pelas obras levaram o prefeito a ponderar a necessidade da intervenção: "desde o início do SIM Caxias sabíamos que iríamos enfrentar muitas dificuldades, principalmente porque as mudanças seriam no centro, no coração da cidade. Mas alguém precisaria fazer e coube a nós. Não poderíamos deixar de modernizar Caxias, acompanhando tendências mundiais”, explicou.
     O prefeito não deixou passar em branco o incômodo resultante de dúvidas sobre a lisura dos contratos levantados pelo PT na Câmara de Vereadores. Alceu chamou a atenção para a seriedade da atuação dos servidores municipais que trabalham na Central de Licitações (CENLIC) e foi didático em relação ao processo seguido no andamento das licitações, destacando tratar-se da primeira prestação de serviços em engenharia realizada com o sistema de registro de preços. “O sistema de licitação é em forma de pregão. Por meio do registro de preços, o fornecedor cota o preço do produto e passa a fornecê-lo durante um ano pelo mesmo valor, incluindo um estoque virtual, o que isenta a necessidade de um espaço físico, além de economizar na compra anual. Por isso, e por todo trabalho transparente e idôneo que vocês realizam".

QUEM EXECUTA
 
   O recapeamento asfáltico da Av. Rio Branco, entre a Av. Bruno Segalla e a rua Carlos Barbosa e entre as ruas Dr. Augusto Pestana e General Sampaio será executado pela CODECA. Serão pavimentados 24.500 m² de área. O investimento do Município é de aproximadamente R$ 1,6 milhão. Além da pavimentação, serão executados serviços de terraplanagem, drenagem e serviços complementares. O prazo de entrega da obra é de 150 dias. Já o recapeamento asfáltico das ruas Olavo Bilac (entre a Av. Rio Branco e a rua Antônio Prado), Vereador Mário Pezzi (entre as ruas Ernesto Alves e Plácido de Castro) e Visconde de Pelotas (entre a rua Sinimbu e a Av. Rossetti) será executado pela Toniolo Busnello S/A. Serão pavimentados 40.445 m² de área. O investimento do município é de R$ 2,1 milhões. Além da pavimentação, serão executados serviços de terraplanagem e drenagem. O prazo de entrega da obra é de 180 dias. Os serviços de sinalização horizontal e vertical em todas as vias com pavimentação asfáltica e de concreto serão executados pela empresa Sinasc. O investimento do Município é de R$ 1,8 milhão.

Como ficará a mobilidade 
após a conclusão das obras

Tamanho investimento na mudança do sistema viário de Caxias do Sul tem que resultar em melhoria do fluxo de trânsito e dar base a uma nova cultura. A proposta do SIM Caxias é reorientar a vida dos caxienses fortalecendo o transporte coletivo, dando-lhe fluidez, assegurando condições de agilidade na vida de pedestres, interligando pontos de travessia da cidade hoje difíceis de serem alcançados sem muita perda de tempo e paciência.
Por isso é importante ter em vista como o SIM Caxias será operacionalizado para dar qualidade de vida a uma cidade com mais de meio milhão de pessoas. O início da operacionalização está previsto para o primeiro trimestre de 2016.
  Como o SIM Caxias prioriza o ônibus ao invés de veículos particulares, ou o coletivo sobre o individual, é preciso entender como vai funcionar o sistema. Ele compreende linhas de ônibus trabalhando de forma interligada utilizando duas bases: as Estações Principais de Integração (EPIs) que funcionarão como mini rodoviárias, localizadas na BR-116, ao lado do Monumento ao Imigrante (Estação Imigrante) e na Perimetral, entroncamento com a RS 122 (Estação Floresta). As estações receberão e redistribuirão os passageiros para os outros pontos da cidade, utilizando corredores específicos de transporte coletivo. Desta forma será possível diminuir os conflitos de espaço nas ruas entre carros e ônibus oferecendo maior qualidade no transporte público, menor tempo nos deslocamentos, maior pontualidade nas linhas de ônibus, maior integração entre as linhas e, menor tempo de embarque e desembarque, tudo com o usuário pagando uma única tarifa.

O QUE OS USUÁRIOS DE 
ÔNIBUS PRECISAM SABER

Até o primeiro trimestre do ano que vem o município deve tornar público os roteiros de partida e destino (EPI) de cada uma das linhas. Conforme o planejamento da SMTT Até lá os passageiros do transporte coletivo saberão em qual estação (Imigrante ou Floresta) a linha de ônibus de seu bairro estará vinculada. Objetivamente a operação está pensada no sentido bairro/estação de integração/centro. E vice-versa. A troca de ônibus com bilhete único terá um prazo de utilização de duas horas na ida e duas horas no retorno. Nas estações será oferecida uma estrutura básica de atendimento aos passageiros, mas sem pontos de comércio.

Novas características 
do transporte coletivo

Segundo os técnicos da SMTT os estudos apontam para a introdução de características distintas no tipo de transporte que será oferecido entre as duas Estações. Serão três tipos de serviço. O serviço denominado Expresso pode ser chamado de ligeirinho. Terá partidas em intervalos de 5 minutos das estações seguindo diretamente (non stop) até a outra estação, utilizando exclusivamente o corredor externo. O Semi Expresso vai oferecer a possibilidade de acesso e desembarque em alguns terminais de referência ao longo do trajeto. O serviço Convencional. ligará as estações, porém com paradas nos terminais já existentes. O semi expresso e o convencional compartilharão o corredor interno. Os táxis também poderão desembarcar passageiros no corredor interno, mas em locais previamente selecionados e informados à comunidade.

Convivência saudável entre 
o coletivo e o individual

      A melhoria da convivência organizada no transporte coletivo e no transporte individual já teve várias providências adotadas. Há meses a Administração setores ligados a órgãos de de Transporte e Mobilidade se dedicaram a sensibilizar os motoristas sobre proibição de conversões à esquerda e à direita onde há corredor de ônibus, dando rapidez ao transporte coletivo. Foi proibido o estacionamento ao longo da Sinimbu e da Pinheiro Machado, além de algumas das ruas transversais. Essas alterações se juntam a segurança ao conforto dos corredores de ônibus em concreto.
       Porém, sempre de acordo com os responsáveis pelo planejamento do SIM, a grande marca na operação do Sistema no que tange a mobilidade será estratégia para desafogar as principais rotas nos horários de pico. Naquele momento os ônibus utilizarão um segundo corredor para agilizar o deslocamento dos passageiros, deixando duas pistas exclusivamente para os demais veículos.  Com essa providência será possível evitar a perda de tempo com a concentração de veículos do transporte coletivo ao longo dos corredores, trancados por conversões do transporte individual que colocam em risco a vida de pedestres e a segurança do trânsito.

Leia Mais ...

Web Designer Caxias

Facebook